Bala de melatonina para ajudar a criança a dormir: sim ou não?


Foto: Reprodução

Vocês já ouviram falar sobre as balas de melatonina? Elas têm sido muito utilizadas para “dar aquela forcinha” na hora da criança dormir, mas, o uso ainda causa bastante polêmica! Por isso, resolvi escrever sobre o assunto e relatar minha experiência com o produto.

Também conhecida como “hormônio do sono”, a melatonina é uma substância produzida pelo próprio organismo, mas, que também pode ser encontrada à venda em potinhos, na forma de comprimido, gotas, cápsulas, balas, gominhas. Costuma ser indicada para pessoas que têm dificuldade em dormir bem. 

Aqui no Brasil, porém, a comercialização não é permitida. Mas muitas pessoas têm adquirido o produto quando vão aos Estados Unidos – em lojas de conveniência e supermercados, onde não há necessidade de receita –, ou até mesmo em lojas virtuais americanas.

Lá fora é comum encontrar a substância na forma de balas mastigáveis, com cores e sabores que atraem as crianças, como, por exemplo, em formato de ursinho. Embora isso possa facilitar o momento de ministrar a substância, os pais devem lembrar e explicar à criança que ela não é uma “simples balinha” – ou seja, não deve ser consumida quando elas bem entenderem. Devem deixar sempre fora do alcance das crianças.

Foto: Reprodução

Eu comprei as minhas quando fui aos Estados Unidos e, sinceramente, gostei. Quando percebo que meus filhos estão muito animados e eu estou super cansada, eu dou a melatonina. Elas garantem um sono leve e tranquilo. 

Mas, de toda forma, o uso deve ser feito com cautela e, preferencialmente, com orientação médica. Aqui em casa, não tivemos problemas nenhum com o uso, mas, cada caso é um caso!

É importante destacar que, antes de dar as balinhas para os meus filhos, consultei meus médicos de confiança e todos eles me informaram que não teria problemas oferecer a eles vez ou outra! Mas, dar a bala de melatonina todos os dias ao filho, ainda mais sem orientação médica, com certeza não é saudável!

Eles me disseram que as crianças produzem muita melatonina, portanto, se dermos sempre a substancia, o corpo entende que não tem mais necessidade de produzi-la. 

Enfim, acho a bala superválida para dias em que os pequenos estão muito agitados, quando, por exemplo, vão fazer uma viagem de avião, depois que voltaram de uma festa e não querem dormir etc. E vale ressaltar: a melatonina induz o sono, mas a um sono leve, normal; enfim, nada que irá deixar a criança “mole”, totalmente sonolenta, desmaiada.

Em alguns relatos na internet, li que a dosagem elevada de melatonina pode levar a efeitos colaterais, como desconforto abdominal, pesadelos, agressividade e perda de apetite. Por isso, converse com o pediatra da criança antes de dar a ela as balas de melatonina! 

A minha experiência, como disse, foi positiva, mas isso não significa que eu esteja “indicando para os seus filhos”, pois, vale lembrar: cada caso é um caso! (E,além disso, não sou médica, né?) E, com a saúde das crianças, não se brinca!