Quando nasce um filho, nasce também UM PAI


Foto: Acervo pessoal

Já no clima do Dia dos Pais, nada mais justo do que convidar um pai para falar um pouco das suas experiências, do que mudou na sua vida com a chegada dos filhos! Afinal, não é por acaso que dizem que, quando nasce um filho, nasce também uma mãe e UM PAI!

Pensando em um pai para participar da entrevista aqui no Mundo Mãe, logo me veio à cabeça um grande amigo de infância, Mateus Marconi – que sempre vi como um pai muito participativo na vida das filhas, amoroso, enfim, um superpai mesmo!

Abaixo você confere o bate-papo com Mateus que, sem dúvidas, é um grande exemplo de pai!

Foto: Acervo pessoal

- Como foi quando descobriu que seria pai (pela primeira vez)?

O dia que recebi a notícia de que a Patrícia estava grávida para mim foi uma felicidade sem limites! No momento, fiquei mais preocupado em passar para a Patrícia a segurança de que estaria sempre ao seu lado, pois para mim daquele dia em diante não haveria esforços para fazer a felicidade delas.

- O que mudou na sua vida com chegada da sua primeira filha?

A vida muda completamente até pelo fato de ter ficado pai muito cedo, eu tinha 20 anos recém-completados. Era tudo novidade para nós, mas a única certeza que tínhamos era construir um lar aonde nossa filhota crescesse com alegria e dignidade!

Para isso, não foi nada fácil, especialmente pois éramos um casal jovem... Em muitas vezes abri mão do próprio bem-estar para que nossa filha estivesse sempre acolhida.

- E o que mais mudou, depois, com a chegada da segunda filha?

Com três anos de casados, chegou nossa outra filha, a Maria Eduarda que, pode-se dizer, foi uma experiência totalmente diferente!

Isso veio me mostrar que a paternidade é uma página em branco, aonde temos que estar sempre preparados para o que der e vir... E, no final, o importante é que possamos servir de exemplo para que eles possam fazer ainda melhor.

- Qual é, na sua opinião, o verdadeiro papel de um pai?

Eu acho que, nos dias de hoje, ser pai é estar presente, mesmo que seja nos bastidores da vida de um filho até o final da nossa jornada nesse mundo.

E o filho deve saber que, não importa se ele está certo ou errado, mas que pode contar com você para o que der e vier, não importa quando!

Foto: Acervo pessoal

- Você é ciumento, por ter duas meninas?

Quanto ao ciúme, é claro que todo homem sente ciúmes da filha, ainda mais no meu caso, que tenho duas gatonas! Mas, acredito que quando a gente consegue dosar esse sentimento, passamos para elas a sensação de proteção. Mas tem um detalhe: saber com quem está! Acho muito importante acompanhar quem são os amigos e os paqueras!

- Qual a mensagem gostaria de deixar para elas neste Dia dos Pais, já que nossos filhos é que são nossos maiores presentes?

Filhas, vocês são a razão de nós, pais, podermos sentir qual o sentido da palavra amor incondicional – amor aquele que sentimos no peito assim que vemos aquele rostinho todo amarrotado que acabou de chegar e faz nossa vida ter outro sentido! Amo vocês!



O Blog Mundo Mãe deseja ao Mateus e a todos os pais um domingo especial, de muito amor e carinho. Vocês merecem!!!