Dia da Educação: professora fala sobre desafios, tecnologia e escola


28 de abril, Dia da Educação. Uma data tão importante como esta não poderia “passar em branco”. Não é segredo para ninguém que a Educação é o caminho para um mundo melhor em todos os sentidos: com mais igualdade, menos violência, realizações pessoas e profissionais, e tudo mais que possamos desejar!

Mas, como a Educação tem sido colocada em prática atualmente?! É essencial pensarmos sobre isso, visto que, especialmente na posição de pais, temos nossos compromissos e, sobretudo, nossos desejos de possibilitarmos aos nossos filhos um mundo melhor, mais humanitário.

Para falar sobre este tema tão importante, entrevistamos a professora Valéria Mello, formada em Letras e Pedagogia, pós-graduada pela Unicamp, com formação no Instituto Educacional de Campinas em Multiletramentos na Escola e os Portadores de Distúrbios de Aprendizagem. Confira:

1. Quais são em sua opinião, os principais desafios da Educação atualmente?


O primeiro desafio, na minha opinião, é garantir a formação de cidadãos plenos. O segundo é perceber que o cenário educacional mudou e que as velhas práticas e metodologias retrógadas já não são suficientes, já que os novos estudantes estão cada vez mais autônomos e conectados às novas tecnologias e mídias sociais.

O terceiro desafio é transformar a tecnologia em uma aliada na educação, ressaltando que os educadores sempre serão mediadores indispensáveis, no que tange a prática de ensino-aprendizagem.

2. Em tempos de tecnologia, como incentivar as crianças e adolescentes a lerem e estudarem mais?


A prática da leitura deverá ser incentivada desde cedo, não adianta a criança ser motivada na escola se, ao chegar em casa, os pais não a estimulam a ler.

Dar livros de presente e compartilhar essa leitura com os filhos é uma excelente alternativa para iniciar esse processo... Uma simples ida ao supermercado pode criar uma vasta oportunidade de leitura, ler um outdoor durante um sinal fechado, rótulos de produtos de supermercados, slogan, marcas de produtos etc.

No entanto, essa leitura não precisará ser feita só de forma tradicional, crianças e jovens também podem ler sites, blogs e aplicativos de qualidade sobre diversos temas. A tecnologia não é inimiga do livro, uma vez que bons leitores também são usuários da internet, temos como exemplo os e-books e e-reader que são suportes de leitura que fazem a combinação entre o novo e o tradicional.

Há outras ferramentas como aplicativos que buscam estimular a leitura de livros, como o goodreads, que conecta leitores que queiram compartilhar experiências de leitura. Sem falar do “Taglivros.com”, que combina bons livros com um grupo de autores famosos, portanto esses mecanismos servem de apoio à leitura, além de fomentar a inovação e a troca de experiências.

3. Quais medidas podem ser esperadas dos pais para estimular uma educação de mais qualidade para seus filhos?
Os pais têm papel fundamental no desenvolvimento de seus filhos; sem amor, carinho e limites, não haverá bom desempenho escolar.

Dialogar sobre o que acontece na escola, cooperar com os deveres de casa, mas não fazê-los por seus filhos, participar das reuniões de pais, são medidas que contribuem para um ensino de qualidade. Um fator importante nesta questão é observar o ritmo de seu filho ou filha e estimular uma atitude autônoma, delegando-lhe tarefas dentro de casa e permitindo-lhe pequenas ações e tomadas de decisões que contribuirão para o seu amadurecimento – ações essas que serão cobradas no decorrer do ano letivo através das disciplinas desenvolvidas no âmbito escolar.

Segundo o PISA (Exame de Educação Mundial), como resultado de sua pesquisa sobre “desempenho escolar”, concluiu-se que a motivação para estudar é o principal fator na melhora da nota do aluno, sendo assim, escola e família precisam caminhar juntas.

4. O que os pais podem e devem esperar de uma escola no que diz respeito à educação de seus filhos?

Esta é uma questão inquietante, pois todos que estão envolvidos nesse processo: pais, filhos, professores, coordenadores e gestores trazem consigo uma parcela de expectativa. Se o trabalho da escola é coletivo, o da família é mais restrito, portanto, os pais devem esperar por uma escola que tenha como proposta uma parceria com os pais e o compromisso de formar cidadãos críticos e responsáveis, que trabalhe valores pautados na construção ética e que estimule um convívio harmonioso entre os alunos e a própria instituição. Sendo assim, a escola escolhida para o seu filho ou filha, deverá proporcionar um aprendizado significativo através de conteúdos e metodologias plausíveis.

5. Deixe, por favor, uma mensagem para nossas leitoras.

A busca constante por uma educação de qualidade faz parte do desejo de qualquer pai ou mãe; no entanto, o desenvolvimento de seu filho ou filha dependerá primeiro da relação de confiança estabelecida entre pais e filhos.

O diálogo é fundamental, não prive seu filho ou filha das dificuldades, pois elas amadurecem. É essencial que os responsáveis pela criança ou pelo jovem estejam sempre em comum acordo ao que se refere à educação de seus filhos. Repreender seus filhos e filhas é uma função muito importante no processo educacional, dar limites não é falta de afeto.

Estar disponível para escutá-los e orientá-los estabelecerá um vínculo de confiança. Não há uma fórmula infalível que possamos seguir, educar é frustrar-se, é ser repetitivo e até mesmo ser odiado em um dado momento. Mas eles aprenderão a gerenciar suas emoções se souberem que seus pais e responsáveis são o seu porto seguro.