Dia do Jovem Trabalhador: Nicholas, 6 anos, já tem sua microempresa



Hoje, Dia Internacional do Jovem Trabalhador, trouxemos uma história especial, que com certeza vai te encantar! Nicholas Garcia Daruge tem 6 nos e já trabalha... Aliás, já tem sua própria “microempresa”!

A Cata Caca foi idealizada pelo próprio Nicholas, com o apoio dos pais, para que ele pudesse limpar os cocos de cachorros no condomínio em que mora. Para isso, o pequeno empreendedor tem uniforme próprio e equipamentos, e já é bastante conhecido por seus serviços na vizinhança!

A mãe, Natalia Garcia Daruge, comenta que o filho sempre teve interesse por negócios e estava sempre pensando em alguma maneira de ter seu próprio dinheiro. “Nas férias de dezembro mesmo, ele me ligou falando que queria vender seus brinquedos. Minha primeira reação foi de proibi-lo, perguntei se ele tinha certeza mesmo que queria vender... Mas, depois, deixei a critério dele, lembrando que depois que vendesse ele não teria mais o brinquedo. Ele disse, então, que faria uma carriola atrás da bicicleta e iria sair vendendo no condomínio, e assim fez”, relata.

Em relação à atual microempresa, Natalia conta que o pai, Fernando, foi o grande incentivador. “Ele é um empreendedor nato e sempre estimulou isso nas crianças. E o Nicolas estava sempre pensando no que poderia fazer para trabalhar, e o Fernando dizia ‘você tem que pensar em algo que ninguém quer fazer’”, conta.

“Foi então que, em uma conversa com um amigo que mora nos Estados Unidos, ele comentou que as crianças lá fazem muito isso de passear com cachorro, cortar grama etc. E daí surgiu a ideia do Nicholas catar os cocos dos cachorros”, relata Natalia.

A mãe conta que a família está muito feliz com a inciativa do filho. “E ele está tão empenhado... Deixo ele trabalhar de fim de semana, porque durante a semana tem a escola. Mas, esses dias, ele me perguntou ‘mãe, será que dá para eu trabalhar um pouco’. Aí minha mãe disse que queria os serviços dele, então eu levei lá todos os equipamentos”, conta.

Natalia diz, aliás, que já anda com os equipamentos e uniforme do filho no carro. “Porque é só parar na casa de alguém que tem cachorro e coco, que ele já veste a roupa e vai fazer o trabalho dele”, relata.



O trabalho do Nicholas é levado a sério por ele, mas não influencia em suas atividades naturais enquanto criança. “Tanto o brincar quanto o ‘trabalho’ são espontâneos, acontecem naturalmente... Ele equilibra de acordo com seus desejos, não precisamos intervir”, explica Natalia.

Ainda de acordo com a mãe, todas as pessoas, quando ficam sabendo do trabalho e da iniciativa dele, ficam admiradas. “Todo mundo o incentiva e acaba contratando seu serviço! Até mesmo as crianças ficam encantadas ao saberem da novidade”, finaliza.

E vocês, também têm em casa pequenos empreendedores? Ficamos muito felizes em poder compartilhar histórias assim!